06-04-2020

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

A equipa do 100% DJ está completamente louca e viciada no hit Raboduro do Jetuga! Ah! E já tem coreografia.

Para que tu também possas curtir esta música que está a fazer furor nos Tops Nacionais, terás que participar no passatempo exclusivo que o 100% DJ tem para ti até amanhã, Domingo. Estamos a oferecer 10 Singles do Jetuga.

Por José Luís e alguns amigos, no ano de 2008, nasceram os Jetuga. Inicialmente ligados ao hip-hop, como forma de crítica à sociedade, os Jetuga acabaram por enveredar por outros estilos musicais, levando-os assim à fusão do hip-hop com o R&B e Dance Pop, cantando deste modo a beleza feminina.

Chegam à ribalta com Raboduro, tema na linha do kuduro que não deixa ninguém indiferente, pelos seus ritmos contagiantes.

Neste momento a banda é formada por 4 elementos, sendo eles, José Luís, vocalista; Denise, backvocal; Miguel Laborda, guitarrista e Álvaro Monteiro, baterista.
Publicado em Música
O DJ e produtor francês David Guetta acaba de lançar o seu mais recente single "Stay (Don't Go Away)" que conta com a participação de Raye, mesmo a tempo do Verão que se prevê escaldante. Depois do lançamento do seu álbum "7", em setembro do ano passado, Guetta tem vindo lançar faixas atrás de faixas, incluindo temas sob o seu pseudónimo de Jack Back. 

"Stay (Don't Go Away)" é uma faixa inédita, que não fez parte do último álbum de Guetta, "7". A voz da cantora e compositora inglesa Raye complementa na perfeição a faixa veranil que narra um amor persistente de Verão, onde se implora para que a outra pessoa passe a noite connosco.

Em abril, Guetta foi distinguido na posição número 10 da lista Billboard Dance 100 Artists of 2019, que foi anunciada em conjunto com a Miami Music Week, onde também foi cabeça de cartaz do Ultra Music Festival. 

Nos próximos meses, o francês vencedor de dois prémios Grammy poderá ser visto ao vivo em vários festivais, bem como em Las Vegas e Ibiza, locais onde é residente.

Publicado em Música
Para comemorar o Dia Internacional da Música (1 de outubro), o Spotify divulgou a lista das músicas mais ouvidas durante o verão de 2015, a nível nacional e internacional, na plataforma de streaming.
 
Artistas como Kygo, Major Lazer, Jack U e Avicii fazem parte da lista que, segundo o jornal Sol, “resulta do número de pessoas que partilham uma música, dividido pelo número de escutas”.
 
Confere abaixo as músicas mais ouvidas:
 
Global:
 
Major Lazer (feat. MØ and DJ Snake – Lean On)
OMI – Cheerleader (Felix Jaehn Remix Radio Edit)
Wiz Khalifa feat. Charlie Puth – See You Again
The Weeknd – Can’t Feel My Face
Jason Derulo – Want To Want Me
Jack Ü, Skrillex and Diplo (feat. Justin Bieber) – Where Are Ü Now
Avicii – Waiting For Love
David Guetta (feat. Nicki Minaj, Bebe Rexha & Afrojack) – Hey Mama
Fetty Wap – Trap Queen
Kygo – Stole the Show      
 
Portugal:
 
Major Lazer (feat. MØ and DJ Snake) – Lean On
OMI - Cheerleader – Felix Jaehn Remix Radio Edit
Avicii  - Waiting For Love      
Nicky Jam, Enrique Iglesias - El Perdón      
Wiz Khalifa (feat. Charlie Puth) - See You Again     
Jack Ü, Skrillex and Diplo (feat. Justin Bieber) - Where Are Ü Now
Kygo - Stole the Show          
Lost Frequencies - Are You with Me - Radio Edit    
Jason Derulo - Want To Want Me 
 
{youtube}BgfcToAjfdc{/youtube}
Publicado em Mix
O festival Creamfields, que decorreu nos dias 28, 29 e 30 de agosto, no Reino Unido, recebeu grandes nomes da música eletrónica como Dimitri Vegas & Like Mike, Oliver Heldens ou Steve Aoki. “Higher Place”, o mais recente single da dupla de irmãos belgas, em colaboração com Ne-Yo, foi a música mais procurada durante o fim de semana do festival inglês, na aplicação Shazam.
 
A faixa já soma mais de 3 milhões de reproduções no Spotify, 2 milhões de visualizações no Youtube e está há 6 semanas no primeiro lugar da tabela de singles da Bélgica. O remix de “Higher Place”, feito pela dupla Blasterjaxx, encontra-se em 7º lugar na mesma lista.
 
Dimitri Vegas & Like Mike estiveram recentemente em Portugal, pisando o palco do festival MEO Sudoeste e da primeira edição do Sound Beach, no Algarve.
 
Confere abaixo a lista completa das músicas mais procuradas através do Shazam, durante a última edição do Creamfields:
 
  • 1 – Dimitri Vegas & Like Mike feat. Ne-Yo – Higher Place
  • 2 – Format:B – Chunky
  • 3 – Martin Solveig & GTA – Intoxicated
  • 4 – Sigala – Easy Love
  • 5 – Valentino Khan – Deep Down Low
  • 6 – Dimitri Vegas & Like Mike feat. Ne-Yo – Higher Place (Blasterjaxx Remix)
  • 7 – Felix Jaehn – Ain’t Nobody (Loves Me Better)
  • 8 – Joe Stone feat. Montell Jordan – The Party (This Is How We Do It)
  • 9 – Philip George & Anton Powers – Alone No More
  • 10 – Calvin Harris & Disciples – How Deep Is Your Love
 
{youtube}JG94OgopDB0{/youtube}
Publicado em Mix
O Spotify recusa-se a apagar playlists criadas por utilizadores com alinhamentos exatamente iguais aos das compilações criadas pela Ministry of Sound. A acusação é feita pela editora londrina, que na segunda-feira interpôs uma ação judicial contra a plataforma de música.
 
O caso deverá fazer jurisprudência. Os 24 milhões de utilizadores que o Spotify tem atualmente, criaram desde o lançamento deste serviço de música online, em 2008, mais de mil milhões de playlists. É uma funcionalidade popular para reunir e partilhar conjuntos de canções com amigos - que também podem participar na construção dos alinhamentos - ou, nos casos de alguns sites, com leitores.
 
À escolha existem mais de 20 milhões de temas (dados de Dezembro de 2012), devidamente licenciados, que os utilizadores podem ouvir ou compilar. Entre eles estão os temas usados nas compilações da Ministry of Sound, que apenas detém os direitos para os editar em formato disco (físico ou digital) mas não para streaming
 
A Ministry of Sound, marca associada a uma discoteca de Londres com o mesmo nome, aceita essa contingência como uma dificuldade criada pela transformação da indústria da música no tempo da Internet. O que a deixa a lutar pelo que sobra - a curadoria. A editora defende que esse trabalho intelectual também deve estar protegido pela lei dos direitos de autor.
 
"O que fazemos é mais do que agrupar temas: há muita pesquisa na criação das nossas compilações e propriedade intelectual envolvida nisso. Não é apropriado que alguém faça corta-e-cola com elas", argumenta o presidente executivo da Ministry of Sound, Lohan Presencer, em declarações ao "Guardian", que deu a notícia do processo à imprensa.
 
A editora londrina - que se dedica à música de dança e já vendeu mais de 50 milhões de discos nos últimos 20 anos - exige na ação judicial que as playlists sejam apagadas, que o Spotify bloqueie de forma permanente a possibilidade de os seus alinhamentos voltarem a ser copiados e ainda uma indeminização que a compense por danos e custos com o processo.
 
O diário britânico lembra que, em 2010, houve um caso idêntico no Reino Unido, envolvendo as ligas de futebol inglesa e escocesa. Na altura, o Tribunal Superior deu razões a estes dois representantes dos clubes britânicos, que pretendia que os seus calendários (ordem dos jogos) fossem protegidos pela lei dos direitos de autor. Mas a decisão foi revertida na sequência de um recurso. No setor da música, é o primeiro caso a chegar à justiça.
 
Fonte: P3.
 
Publicado em Mix
A música é capaz de provocar as mais fortes sensações e uma das mais fascinantes é descrita por algumas pessoas como um "orgasmo da pele". Escreve a BBC que esse "orgasmo" carateriza-se por arrepios ou formigueiros que percorrem o corpo e são provocados por algumas músicas.
 
Psyche Loui, violinista e pianista, além de ser psicóloga e investigadora de neurologia, conta à estação britânica que teve esta sensação quando ouviu o Concerto No. 2 para piano de Rachmaninov. No entanto, existem uma série de outras músicas com as quais isso pode acontecer.
 
Normalmente o nosso corpo apenas reage de forma tão intensa em situações que possam garantir ou ameaçar a nossa sobrevivência - a comida pode fazê-lo, bem como o ato sexual. Ou até um assustador passeio numa montanha russa. Mas o ato de ouvir música não parece encaixar em nenhuma dessas categorias.
 
Tal como aconteceu com Loui, muitas pessoas são capazes de distinguir o que lhes provoca essas sensações. Assim, através desses relatos, a psicóloga e violinista foi capaz de perceber quais são as caraterísticas das músicas que mais facilmente podem desencadear estas sensações. Por exemplo, mudanças na harmonia, saltos dinâmicos na melodia e notas dissonantes que chocam com a melodia principal estão entre os "culpados".
 
No youtube existe uma playlist com músicas que podem criar "orgasmos da pele". Entre outros, encontram-se músicas de Adele, Céline Dion e Oasis.
 
A investigadora acredita que um dos principais responsáveis por esta sensação é a forma como o nosso cérebro lida com as expetativas. Se a música for muito convencional não vai captar a nossa atenção, mas se for um registo muito fora do comum, o cérebro interpretará o som como ruído. Por isso, uma música que nos cause um "orgasmo" deve estar algures entre a familiaridade e o incomum.
 
A antecipação e a resolução das nossas expetativas provoca a liberação de dopamina, um neurotransmissor, que age em duas regiões-chave do cérebro pouco antes e logo após o "orgasmo". Este é o mesmo químico que é libertado no corpo quando uma pessoa está sob o efeito de drogas ou quando tem relações sexuais.
 
Esta investigação pode assim ajudar a explicar o facto de considerarmos algumas músicas "viciantes". Quando mais familiarizados estamos com uma música mais intensas podem ser as sensações de orgasmo, uma vez que ultrapassado a surpresa acabamos por condicionar a emoção que obtivemos com aquela música.
 
"As nossas experiências autobiográficas interagem com os dispositivos musicais para que todos encontremos uma diferente parte da música recompensadora", afirmou a artista à BBC.
 
Publicado em Mix
O site Midomi surgiu para resolver o problema de quem está com uma música na cabeça, mas que não sabe ou não se lembra do nome para a poder pesquisar. Com esta nova plataforma, agora disponível na Internet, é possível descobrir o nome da música bastante apenas cantar o seu ritmo, não sendo necessário pronunciar as palavras corretamente - isto é, ter dotes para o canto. 
 
O Midomi que também é uma rede social de música, funciona como o Shazam, mas, ao contrário de identificar uma música gravada, consegue descobrir o nome através do seu ritmo. Com um catálogo variado, basta apenas criar uma conta gratuita para partilhar, ouvir e classificar conteúdo. Ah! E é necessário também um microfone, claro.
 
Além da web a aplicação está também disponível numa versão mobile para iOS e Android.
 
Publicado em Mix
O festival Tomorrowland aconteceu no passado fim de semana na Bélgica e acolheu milhares de visitantes, que utilizaram a aplicação Shazam para descobrir algumas músicas. Foi agora divulgada a lista dos temas mais procurados durante todo o festival de música eletrónica, que inclui artistas como Robin Schulz, DJ Snake e Avicii.
 
Confere abaixo a lista completa:
 
  • Major Lazer feat. M Ø & DJ Snake – Lean On
  • Robin Schulz feat. Ilsey – Headlights
  • Lea Rue – I Can’t Say No! (Broiler Remix)
  • Jack Ü feat. Justin Bieber – Where Are Ü Now
  • Avicii – Waiting For Love
  • Félix Jaehn feat. Jasmine Thompson – Ain’t Nobody (Loves Me Better)
  • Dimitri Vegas & Like Mike feat. Ne-Yo – Higher Place
  • DJ Snake & AlunaGeorge – You Know You Like It
  • Netsky – Rio
  • Kygo feat. Parson James – Stole The Show
 

 
Publicado em Tomorrowland
terça, 01 fevereiro 2011 22:22

"I wanna" é número 1 do Top20 de 2010

Foi a mais votada e conseguiu obter 315 votos. A música 'I Wanna' dos United Sounds Of Italy é a número 1 do TOP20 de músicas mais ouvidas no ano 2010.
A votação teve um total de 429 votos e foi realizada no Portal do 100% DJ durante os dias 8 de Dezembro de 2010 e 31 de Janeiro de 2011 com o objectivo de encontrar as 20 músicas mais ouvidas no ano 2010.
O segundo lugar é ocupado também por uma tripla explosiva - Swedish House Mafia 'One'. O 3º lugar é ocupado pelo hit 'Beautiful Lie' de Keemo & Tim Rotko Feat. Cosmo Klein.
 
Os 'United Sounds of Italy' são uma house band constituida pelo os três conhecidos músicos, Guitos na percussão, La Mouche no violino e Stefano Bulgari enquanto DJ.
O vídeo-clip da música que conseguiu o primeiro lugar no TOP já foi gravado e está prestes a sair. O 100% DJ espera ser o primeiro meio de informação a divulgá-lo.
 
Apresentamos então a lista das 20 músicas mais votadas. ((Os empates poderão ser visualizados aqui.))
 
1 » United Sounds Of Italy feat. Miss Ann - I Wanna
2 » Swedish House Mafia - One Your Name
3 » Keemo & Tim Rotko Feat. Cosmo Klein – Beautiful Lie
4 » Dennis Ferrer - Hey Hey
5 » DJ Gregory & Gregor Salto - Canoa
6 » Makenzo Feat. Marcus – Makulele
7 » Pete Tha Zouk, Abigail Bailey & Mastercris - I Am Back Again
8 » Yolanda Be Cool & D Cup - We No Speak Americano
9 » Erick Morillo & Eddie Thoneick Feat. Shawnee Taylor – Live Your Life
10 » Tim Berg - Seek Bromance
11 » Paul & Fritz Kalkbrenner - Sky And Sand

13 » Os Come Quietos - Ela Balança Mas Não Pára
14 » Lucenzo feat. Big Ali - Vem dancar kuduro

16 » Shana – Out
17 » Ricky L feat. MCK - Born Again
18 » Edward Maya - This Is My Life
19 » Massivedrum & Bruno F feat. Katia - My World
20 » Inna - Amazing

Publicado em Música
O festival Dancefloor, que vai decorrer no estádio municipal Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria nos dias 27 e 28 de julho, já tem música oficial. Chama-se "Be Free" e foi produzida pelos portugueses KEVU em colaboração com Vendark

Considerada pelos próprios como uma faixa "enérgica, emocional e surpreendente", a música promete viciar todos os amantes da música eletrónica e representar da melhor maneira o festival que vai fazer vibrar Leiria em pleno Verão.

"Esta música teve a particularidade de ser produzida quase totalmente em Miami uns dias antes da nossa atuação no Ultra Music Festival, pelo que aproveitámos a inspiração proveniente das paisagens da cidade, mas também um pouco dos DJ sets que fomos ouvindo por lá ao longo da semana", confessaram os KEVU, em entrevista ao Portal 100% DJ.

Uma vez que o Ultra Music Festival é um evento reconhecido a nível internacional, muitos são os DJs e produtores que aproveitam para experimentar novas faixas e sonoridades e isso contribuiu para a produção de "Be Free". "Reparámos que os DJs estavam a tocar faixas muito melódicas, e optámos por fazer algo nesse sentido", referiram. 

A dupla de artistas portugueses, que no ano passado ficaram colocados em 4º lugar no TOP 30 do Portal 100% DJ, sobe ao palco do festival Dancefloor no dia 27 de julho e consideram que o evento "é enorme" e conta com um "público muito energético, pelo que estamos bastante ansiosos e esperamos uma reação bastante positiva das pessoas em relação à nossa atuação." Além disso, prometem "apresentar novos temas" que vão "lançar depois do verão e, sim, também algumas colaborações com artistas de enorme renome".
 

Em relação ao festival, João Pedro e João Rosário consideram que "fazia muita falta, porque além de ter a particularidade de ser feito num estádio, o que é único em Portugal, também traz mais pessoas àquela zona do país onde os eventos daquela dimensão são menos frequentes".

O cartaz da edição deste ano do Dancefloor conta com nomes como Noisecontrollers, Blasterjaxx, Audioctricz, KEVU, Borgore, Nicky Romero, Will Sparkz, Tujamo e Zatox no line-up. "O cartaz que podemos ver até agora, está bastante diverso com artistas de enorme qualidade e algumas estreias em Portugal. Pensamos que o nosso país está cada vez com maiores nomes, ano após ano, nos diversos eventos de música eletrónica que cá se organizam e o Dancefloor em nada fica atrás", concluíram.

Os bilhetes para o festival podem ser adquiridos na Bilheteira Online a partir de 10 euros. O Portal 100% DJ é Media Partner Oficial do evento.
Publicado em Festivais
Pág. 1 de 10
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.