22-07-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

terça, 29 setembro 2009 16:51

Lesboa celebra 3.º Aniversário

No dia 2 de Outubro, sexta-feira, a partir das 23h30, a LESBOA comemora o seu 3º aniversário, no Pavilhão de Exposições, do Instituto Superior de Agronomia (ISA), Tapada da Ajuda, em Lisboa.

Organizada pela empresa Entre Vírgulas, a Lesboa Party é uma das melhores e mais concorridas festas da cidade de Lisboa e uma das label parties mais importantes da Europa.
Esta edição, especial aniversário, conta com um novo dress code (a saber: Black & White) e terá a assinatura musical de Miss T & Hush Hush, Rui Remix e Tânia Pascoal, a DJ que tocou na primeira Lesboa (em Setembro de 2006), e visuals a cargo dos VJs Jack Edin + 127 Miles.

A Lesboa, que entrou para a história como a primeira grande festa LGBT assumida e abertamente divulgada em Portugal, está habituada a casa cheia, recebe mais de mil pessoas por edição, e não pára de surpreender, tanto o seu público-alvo (gay e lésbico) como hetero friendly, estando de parabéns, uma vez mais, pelo seu pioneirismo, conceito inovador e qualidade amplamente reconhecida.

Três anos depois, o sucesso da Lesboa mantém-se. E vale a pena celebrá-lo! Dia 2 de Outubro, haverá festa e da melhor - até de manhã.
Bilhetes à venda online, na TicketLine (www.ticketline.pt/), e no dia e local do evento

+ info e updates: www.lesboa.blogspot.com / www.myspace.com/lesboaparty
Publicado em Eventos
O Beer Generation Lisbon Festival chega pela primeira vez a Portugal entre os dias 15 e 17 de março, no Hub Creativo do Beato, com a presença de várias marcas de cerveja nacionais e internacionais e atuações de DJs.
 
Exposições, oficinas, conferências e performances de bandas e DJs fazem parte da programação do evento, que pretende proporcionar bons momentos junto dos amantes de cerveja portugueses.
 
Mr Mute, Vercetti, Daniel Belo, Tom Violence, David Polido e Johnny Chase são os DJs confirmados para a primeira edição do Beer Generation Lisbon Festival.
Publicado em Eventos
De Portugal para o mundo. Essa tem sido a história, e no presente, um verdadeiro desígnio nacional. A primeira edição do Boiler Room Lisboa Red Bull Music Academy Takeover vai ser exatamente isso: uma apresentação do melhor que a eletrónica portuguesa tem para oferecer ao mundo, uma amostra variada daquilo que por cá se faz com computadores, sintetizadores, caixas de ritmos, samplers, gira-discos e demais ferramentas de investigação rítmica aplicada.

O Boiler Room é um conceito que a Red Bull Music Academy abraçou desde o primeiro momento - locais secretos nalgumas das mais cosmopolitas capitais do planeta - Londres, Berlim, Nova Iorque e Los Angeles são apenas alguns exemplos - com alguns dos mais inovadores DJs de sempre - de Theo Parrish a Diplo, de Gaslamp Killer a Goldie ou Terror Danjah.
 
A celebração musical sem barreiras é aberta a um número sempre limitado de convidados que se entregam sem reservas à música num local secreto. E depois - importante! - tudo é transmitido via streaming para que seja qual for o local do mundo em que se esteja a música possa invadir os sentidos e fazer aquilo que faz melhor - transportar-nos para outro local e fazer-nos parte de uma comunidade global – uma nação sob um mesmo groove.
 
Desta feita, o Boiler Room estreia-se agora em Lisboa uma vez mais em parceria com a Red Bull Music Academy, num local secreto da capital, juntando um dos mais incríveis line-ups de que há memória por terras lusas. Diferentes sensibilidades, diferentes formas de entender o ritmo e de gerir a pista, diferentes bpms e tempos, mas uma mesma vontade de obrigar o sistema de som a fazer horas extraordinárias.

O arranque do Boiler Room Lisboa Red Bull Music Academy Takeover será feito com o psicadelismo eletrónico dos Sensible Soccers, que levarão instrumentos e ousadia para cima do palco apostando, como o nome indica na sensibilidade musical.
 
Seguem-se os Voxels, dupla portuense que a partir da sua base de trabalho Magical Audio Unicorn tem investido numa abordagem elegante à música de dança tendo produzido num curto espaço de tempo uma série de aplaudidos temas de pista.

IVVVO é outro dos nomes convocados. Este misterioso produtor investe numa eletrónica mais sombria, de ambientes carregados que traduz na perfeição os dias do presente nos sistemas de som mais exigentes, explorando as frequências mais baixas com mestria.

A marcar forte presença neste primeiro Boiler Room em terreno nacional estarão também os Buraka Som Sistema, que representam a vanguarda de um som que veio de Luanda mas ganhou força em Lisboa antes de conquistar o mundo.
 
Do cartaz consta também DJ Ride, SWITCHST(d)ANCE, alter ego de Marco Antão e DJ Vibe, referência maior da história do house nacional, onde lhe caberá a missão final de levar o Bolier Room ao ponto de ebulição.

Diferentes gerações unidas por uma causa, diferentes entendimentos do que significa fazer dançar, fazer vibrar um sistema de som: United Colours of the New Portuguese Underground? Qualquer coisa assim. O que é certo é que o mundo inteiro vai ouvir Lisboa.

Cada computador será um sound system se apontarem os browsers para http://boilerroom.tv/live a partir das 19h do dia 15 de Fevereiro.
Publicado em Eventos
A sétima edição do Talkfest – International Music Festivals Forum vai decorrer entre os dias 15 e 16 de março do próximo ano, em Lisboa, já conta com 16 oradores confirmados.
 
Até ao momento já está confirmada a presença de várias personalidades ligadas à indústria dos festivais como o Rock in Rio, NEOPOP, The BPM Festival ou Leiria Dancefloor.
 
O primeiro dia do evento está reservado para a gala dos Iberian Festival Awards, onde serão revelados todos os vencedores. Na última edição, o Portal 100% DJ esteve nomeado na categoria de “Best Media Partner”.
 
O segundo e último dia do Talkfest vai contar com as conferências, apresentações profissionais e científicas, seminários, exibição de documentários, afterparty e exposições.
 
Os bilhetes já se encontram à venda nos locais habituais.
 
Confere abaixo a programação confirmada até ao momento:
 
1) Conferências
Moderadores
Miguel Franco de Andrade (jornalista Sic / Cartaz Cultural)
Pedro Esteves (jornalista Observdor)
Catarina Rodrigues (jornalista RTP / blogger Chicas Poderosas)
 
Orador internacional
Zack Sabban (CEO Festicket)
 
Oradores nacionais
Eurico João (Coord. Engenharia Rock in Rio)
Pedro Machado (Presidente Turismo do Centro)
Paulo Amaral (COO Neopop / The Bpm Festival)
Tiago Martins (diretor Leiria Dancefloor)
Selma Uamusse (artista musical)
Catarina Cabral (Head of Marketing Cabify)
 
2) Apresentações profissionais (temas e oradores)
Um novo mercado para artistas lusófonos (Karina Barbosa, diretora Step Music)
Facilitação turística em festivais - o serviço de bengaleiro (Juliana Torres, manager The Biggest Cloakroom)
Internacionalização de um artista - sinónimo de sucesso? (Bruno Horta, founder YouArtist)
 
3) Apresentações científicas (tema e orador)
Millenials: novos comportamentos do consumidor aplicado ao setor de bebidas alcoólicas em Portugal (Tese ISCTE-IUL, João Amaral Brito, 2017)
 
 
4) Seminários (aula e oradores)
Comunicação 360º aos artistas (Catarina Matos - Louder Music Branding / Alexandre Cardoso - Klasszik)
 
Publicado em Eventos
O MEO Arena, em Lisboa, foi o palco escolhido pela editora de Hardwell, a Revealed Recordings e pela rádio Mega Hits, para receber uma passagem de ano especial com um line up recheado de vários artistas internacionais incluindo o português Kura.
 
Dannic, Sick Individuals, Joey Dale, Julian Calor, Manse e Tom & Jame transformaram a maior sala de espetáculos do país numa festa única com a melhor música eletrónica em grande destaque.
 
A inaugurar a cabine e durante cerca de uma hora esteve a dupla Tom & Jame que antes de voar até Gondomar, passou o ‘testemunho’ ao DJ e produtor Manse. O melhor amigo de Hardwell, Dannic, mais uma vez não desiludiu e foi com um set cheio de energia que contagiou tudo e todos, abrindo assim caminho para o artista que se seguia, o único português no line up: Kura - artista que ficou encarregue de inaugurar o ano 2016. Julian Calor assumiu já no dia 1 de janeiro de 2016 os comandos do MEO Arena com um set único, provando o seu talento para a arte do djing. De seguida, Joey Dale subia à cabine para provar, em terras nacionais, que é um dos jovens produtores dono de um potencial e talento singular.
 
Para finalizar a noite, a chegada da dupla Sick Individuals estremeceu o antigo Pavilhão Atlântico com hits da atualidade, temas originais e faixas melódicas acompanhadas dos habituais e energéticos drops.
 
Um palco repleto de ecrãs LED, efeitos pirotécnicos, fogo, lasers e C02, juntamente com as melhores músicas do momento, fizeram as delícias dos presentes que tiveram a oportunidade de receber o ano de 2016 rodeados de amigos e família.
 
O Pavilhão de Multiusos de Gondomar também recebeu a mesma festa de passagem de ano, uma iniciativa que aconteceu em Portugal pela primeira vez. Thomas Newson foi o artista exclusivo do New Year Revealed da zona norte.
 
Em baixo poderás conferir a entrevista de Joey Dale ao Portal 100% DJ, momentos antes da sua atuação no MEO Arena.
 
Quais são as tuas expectativas para esta noite?
As minhas expectativas para Portugal são sempre altas. O público é sempre fantástico. E agora no MEO Arena, uma das maiores arenas da Europa, tenho umas expectativas muito altas.
 
Qual é a tua opinião acerca do público português?
Esta é a quinta vez que atuo cá e o público português é sempre bom. Sempre cheio de energia, sabem as músicas e qual é a faixa que estou a tocar. É um público muito bom, um dos melhores da Europa.
 
 
Que memórias guardas em relação às tuas atuações em Portugal?
Uma das atuações que está no meu Top 3 em toda a minha vida foi no RFM Somnii, um dos meus primeiros espetáculos por cá. Foi já há um ano atrás mas continua a ser um dos melhores que já fiz.
 
Como é atuar ao lado de grandes colegas e amigos como Dannic ou Kura?
É uma mistura de sentimentos. O Kura é um herói nacional no vosso país e o Dannic é um dos meus ídolos há muitos anos e atuar com ele, tal como os Sick Individuals e grandes talentos como Thomas Newson e Julian Calor é uma mistura de sentimentos.
 
O apoio de Hardwell continua a ser essencial para a tua carreira?
Sim, continua a ser muito importante. É o fundador da Revealed Recordings e eu lancei a maior parte das minhas músicas nessa editora. Sem Hardwell ou a Revealed eu acredito que neste momento não estava aqui.
 
Qual é o segredo para ter uma carreira de sucesso no mundo da música eletrónica?
É uma pergunta difícil! Eu acho que não existe segredo, apenas trabalho árduo e dedicação à tua paixão. Se o teu sonho é ser um DJ de sucesso, não existe segredo nenhum, é só trabalhar muito.
 

Se o teu sonho é ser um DJ de sucesso, não existe segredo nenhum, é só trabalhar muito.

 
Que novidades podes desvendar em relação ao futuro da tua carreira?
Tenho muitas músicas a sair. Passei os últimos dois meses em casa e fiz umas sete faixas até agora. Vou lançar mais um tema pela Revealed, por isso vem aí muita música.
 
Alguma nova colaboração?
Sim, com os Paris & Simo, vai sair pela Revealed e também outras colaborações que podem vir a acontecer, mas nada está planeado ainda.
 
Para ti, quais foram os hits de 2015?
Uma das minhas favoritas é dos Major Lazer e DJ Snake, “Lean On”.
 
E da Revealed Recordings?
Aquela que ocorre agora é dos Paris & Simo e Makko, “Not Alone”, é uma faixa muito, muito boa. Continuo a ouvi-la todos os dias.
 
Com que artista português gostarias de colaborar?
Kura, claro! Nós por acaso já falámos sobre isso e trocámos algumas ideias entre nós. Nada está planeado até agora mas há de acontecer de certeza absoluta.
 
Que mensagem gostarias de deixar aos leitores e seguidores do Portal 100% DJ?
Como já disse, vocês são um dos melhores públicos do mundo e eu amo atuar aqui. Para mim, é um dos meus países favoritos da Europa. Obrigado por aqui estarem e espero ver-vos em breve!

 

Publicado em Reportagens
Lisboa vai contar, a partir do dia 9 de junho, com um novo espaço para eventos: O Torreão Nascente do Terreiro do Paço, que passa assim, a juntar-se à oferta já disponibilizada pelo Pátio da Galé. O local estará apto a receber as mais variadas iniciativas, posicionando-se como “um espaço privilegiado para a realização de eventos institucionais e privado”, explica a empresa Turismo de Lisboa.
 
A par do Torreão Nascente, será ainda inaugurado um novo polo comercial e cultural na Ala Nascente do Terreiro do Paço, que integra cinco estabelecimentos de restauração e bebidas, uma loja de flores e um food court. Em Outubro, a capital portuguesa contará também com um centro de interpretação dedicado à sua história: o Lisboa Story Centre.

O projeto, desenvolvido pela Associação Turismo de Lisboa juntamente com a Câmara Municipal de Lisboa, “constitui-se como uma âncora na dinamização da oferta da cidade e no aumento do número de turistas a frequentar esta zona da capital portuguesa, estando em sintonia com o estabelecido no Plano Estratégico para o Turismo de Lisboa 2011-2014, o que respeita ao renascer de um ponto de encontro numa praça da capital: o Terreiro do Paço”, refere.
Publicado em Mix
quinta, 25 janeiro 2018 00:18

Pan-Pot regressam a Lisboa com a LX Music

A dupla Pan-Pot está de regresso pela quarta vez à capital portuguesa, pelas mãos da LX Music, no próximo dia 16 de fevereiro no Collective. Este novo espaço, localizado na rua Pereira Henriques, pretende deixar todos boquiabertos.
 
Os Pan-Pot, duo composto por Tassilo e Thomas, lançaram o primeiro álbum “Pan-O-Rama” em 2007 e nunca mais pararam. Além de várias produções, os artistas têm percorrido o mundo com o seu espetáculo único repleto de interações com o público.
 
A festa conta ainda com a atuação de Fábio Florido, Midinoize e Steve Menta. Os bilhetes já estão disponíveis com os embaixadores do evento ou através da Xceed, Resident Advisor ou Festicket com preços entre os 20 e os 25 euros.
 
Publicado em Eventos
A Fundação Luís Figo e a organização do maior evento de música e entretenimento do Mundo comemoraram ontem o Dia Mundial da Criança, recebendo cerca de 400 crianças de várias IPSS de norte a sul do país, na Cidade do Rock. As crianças juntaram-se à Fundação Luis Figo e aos seus voluntários para, juntamente com Luís Figo e Roberta Medina, formarem um cordão humano que recebeu os primeiros visitantes deste dia, ao som do hino do Rock in Rio.

As centenas de crianças e jovens que tiveram oportunidade de passar o seu “Dia” de forma muito especial no Rock in Rio-Lisboa, provêm de instituições de solidariedade social, como a Cruz Vermelha Portuguesa, a Santa Casa da Misericórdia, a Fundação O Século, a CrescerSer, o Movimento ao Serviço da Vida e a Casa dos Rapazes, tendo sido acompanhadas pelos responsáveis das mesmas.
Para além de lhes ter sido entregue pelos voluntários da Fundação Luis Figo um lanche, oferecido pelo Continente, puderam depois usufruir da Cidade do Rock, passar pela Rock Street e Street Dance, as novidades desta edição, e assistir aos concertos de Lenny Kravitz, Maroon 5, Ivete Sangalo, Expensive Soul, Boss AC, entre outros.

O trabalho da Fundação Luis Figo para comemorar o Dia da Criança não se ficou por aqui. Sara Souto, Directora-Geral da Fundação Luis Figo, acrescentou: “Assinalamos anualmente o Dia Mundial da Criança, fazendo questão de proporcionar sempre um dia diferente a várias crianças desfavorecidas e distribuindo presentes a nível nacional. Esta semana acabámos de distribuir 2500 presentes a instituições e hospitais de norte a sul do país”.
 
Publicado em Rock in Rio
A R Power Energy , é a nova "bomba" no mercado das bebidas. É uma bebida energética que pode ser consumida em quase todas as ocasiões. Tais como, em actividade desportiva, no trabalho, em períodos de condução ou actividades de lazer.
Tem disponivel uma grande variedade de sabores: classic, guaraná, frutos silvestres, cola, laranja e ainda limão.
 
É classificada como uma bebida de grande qualidade que agora chega a Portugal e será a bebida energética oficial do Rock In Rio Lisboa 2012 com stand próprio.

A ativação da marca no evento será da responsabilidade da empresa MayaEventos.
 
Publicado em Rock in Rio
A agência Pepper foi a escolhida para levar a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa à edição deste ano do Rock in Rio. Esta é a primeira vez que a instituição participa num festival deste tipo, sob o lema "Por tua causa", em que vai ficar encarregue de acompanhar os festivaleiros da entrada até à saída do evento.

Em representação de todas as instituições da Santa Casa da Misericórdia, a ativação vai ter como pontos principais o stand central, a aposta nos valores nacionais presentes no palco Sunset e na nova montanha russa Jet Star.

A pensar na folia do público, a Santa Casa vai também marcar presença com um rastreio de alcoolemia. Outra iniciativa é a raspadinha Rock in Rio, uma aposta habitual, mas agora com a presença da Santa Casa.

A Pepper vai ter ainda a seu cargo diversas animações durante todo o festival, nos intervalos dos concertos e na zona VIP.
 
Publicado em Rock in Rio
Pág. 1 de 40
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.

Este site utiliza cookies. Ao navegares neste site estás a consentir a sua utilização. Para mais informações consulta a nossa Política de Privacidade.