Diretor Ivo Moreira  \  Periodicidade Semanal
É ao pormenor que já se fazem os últimos preparativos na Praia Velha em Leiria.
Depois de ter sido alargado e transformado em formato 'beach party', o evento 'Sound Waves' tem lugar no Sábado dia 7 de Agosto.
A Praia Velha em S. Pedro de Moel (Leiria) será palco da edição número cinco, deste evento.

Este ano conta com as presenças únicas dos DJ's Falcon (from Daft Punk Crew (França)), Ricky L que vem de Itália e é um dos grandes produtores do momento, que atingiu enorme sucesso com o seu original "Born Again", mais conhecido por Babylonia e a aposta nacional vai para Carlos Manaça, Dino from Nu Soul Family, K.E.N.N.Y., Lady M, Miss Pink, a dupla X-perimental em modelo Live e ainda Spaker & Kangol.

Deste o passado dia 22 de Julho que o 100% DJ e a Grooves Productions te dão a oportunidade de ganhares uma entrada grátis. Para isso, acede ao passatempo exclusivo até às 11h de Sexta-Feira dia 6.
Publicado em Eventos
No passado sábado, 2 de julho, escreveu-se mais uma página na história do Sound Waves, com a odisseia de 21 horas a reunir, em Esmoriz, cerca de quatro mil ravers. Depois de dois anos à espera para estarem juntos, os festivaleiros festejaram como nunca e permitiram alcançar ao festival, o carimbo da melhor edição de sempre para o ano de 2022, algo que ficará como um marco na existência do evento.

O recinto do Sound Waves com 7500 m2, decorado com as cores do evento (preto e vermelho), vibrou das 16 horas de sábado, de 2 de julho, até às 13 horas de domingo, 3 de julho. No local dois palcos marcavam a grande diferença de anos anteriores. O Mainstage que recebeu o line up principal com os internacionais Ben Klock, Boston 168, Dave Clarke, Planetary Assault Systems aka Luke Slater, SNTS, Stella Bossi, Toni Alvarez e os portugueses Carol D’Souza, Carlos Manaça, Du/Art, Danni Gato, Link98, Miss Sheila e o Nuno Clam. Já o Circus Stage, serviu como de rampa de lançamento para novos artistas nacionais. No total foram 37 artistas e 35 atuações, divididos entre os dois palcos que estiveram a fazer as delícias da audiência. 

Na 15.ª edição do Sound Waves, além do público português, estiveram presentes festivaleiros oriundos de vários países como Espanha, Holanda, Alemanha, entre outros.

Em 2023 o festival promete voltar para festejar os 18 anos de existência e a organização adianta que está prevista a realização da 16.ª edição para as duas primeiras semanas de julho onde, mais uma vez, os ravers juntos, como uma verdadeira grande família que são, vão mostrar a sua paixão pelo techno e pelo underground naquela que é a maior rave em Portugal.
 
Publicado em Eventos
O Sound Waves é um dos festivais de música eletrónica mais antigos do nosso país e está de regresso este ano com a sua 14ª edição e vai decorrer no dia 27 de julho na cidade de Esmoriz.
 
O line-up deste ano conta com os míticos Danny Tenaglia e Nicole Moudaber e ainda outros nomes reconhecidos como Umek, Chus & Ceballos e os portugueses DJ Vibe, Carlos Manaça, Miss Sheila e Fauvrelle.
 
Os bilhetes encontram-se à venda nos locais habituais com preços entre os 40 e os 800 euros. O Portal 100% DJ é Media Partner Oficial deste evento.
 
Confere a listagem de artistas ordem alfabética:

Art Department
Ben Sims
Chus+Ceballos
Danny Tenaglia
Fernanda Martins & Lucas Freire
Nicole Moudaber
Umek

Dj Vibe
Carlos Manaça
Miss Sheila
Du'ArT
Fauvrelle
Nuno Clam
Soundprofile
Maru
Alemaozuk b2b Rui Pinto
 
Publicado em Festivais
O DJ e produtor português Nuno Clam, é um dos artistas a figurar o cartaz do Sound Waves, festival que decorre já no próximo sábado, dia 2 de julho, em Esmoriz. A ele, juntar-se-ão mais 34 artistas sonantes da música eletrónica não só nacional como também além-fronteiras.

A faltar poucos dias para o grande dia, estivemos à conversa com Nuno Clam, artista que iniciou o seu percurso na música com apenas seis anos, numa banda regional juntamente com o seu pai. Desde então, o sonho de voar falou mais alto e atualmente mantém produções que se ouvem várias pistas de dança.
 
Afetado, como outros artistas, pela pandemia, discutimos a situação atual e falámos sobre a sua música, o percurso e a participação na 15.ª edição do Sound Waves. 

Após o período atribulado que passámos nos últimos dois anos, chegaste em força com os teus últimos dois novos temas "Second Stage" e "She is". Foi difícil estar parado algum tempo e voltar a ganhar inspiração? A reação do público face aos novos temas, é o que esperavas?
Óbviamente que foi muito difícil para mim como para todos os artistas, mas o mais difícil foi não estar com o público. No entanto, foquei todas as energias no estúdio que resultou nestes dois temas e muitos mais a sair em breve. A reação do público foi melhor do que eu esperava, o que me deixa com um sentimento de missão cumprida.

O Sound Waves está de volta para o que promete ser uma das maiores edições de sempre, com um cartaz de estrelas nacionais e internacionais. Quais são as tuas expetativas para o festival?
Para mim, o Sound Waves será sempre um festival particularmente importante e as últimas edições passaram a ser na minha terra natal o que tornou tudo ainda mais especial. Este ano sem sombra de dúvida promete ser a melhor edição de sempre! 
 
Ben Klock, Dave Clarke, Toni Alvarez, Carlos Manaça e Danni Gato são alguns dos 34 artistas que vão estar presentes no mesmo palco que tu. Se pudesses partilhar a cabine com algum deles, qual seria?
Todos eles são muito bons, mas sem dúvida Ben Klock, Dave Clarke e Luke Slater (Planetary Assault System) são três nomes que me inspiram muito. 

Não é a primeira vez que pisas o palco do Sound Waves, por isso experiências não devem faltar. Existe algum momento que te tenha ficado na memória? 
2018 para mim foi ano que me marcou, pois tive de tocar duas vezes em horário nobre.

Falando em primeiras vezes, depois do teu primeiro single "Devotion" em 2003, como vês a tua evolução ao longo destes anos? E a tua forma de produzir música em estúdio?
São 19 anos de diferença do meu primeiro disco para o último, sempre com a mesma inspiração. A minha forma de produzir é diferente, pois tudo evoluiu tanto a nível de hardware e software. O que torna tudo isto mais mágico, pois estamos sempre aprender em estúdio - nunca sabemos tudo.
 
Publicado em Eventos
Dois anos depois sem música no palco, o festival Sound Waves regressa a Esmoriz para uma edição memorável com 35 artistas a compor o cartaz. Ao todo, serão 21 horas para dançar ao som de vários artistas consagrados como Ben Klock, Boston 168, Dave Clarke, Klangkuenstler, assim como os portugueses Carlos Manaça, Du/Art, Link98, Miss Sheila e Nuno Clam.
A poucos dias do arranque da 15.ª edição, tomámos o pulso a Wilson Neves e Bernardo Bernardes, responsáveis pela organização do evento, que se demonstraram entusiasmados com este novo regresso à normalidade e nos contaram algumas das novidades para este ano.
 
Dois anos depois, o Sound Waves está de volta. Como é o regressar depois de uma pandemia?
Wilson Neves: Após dois anos sem termos a oportunidade de organizar o Sound Waves, estamos bastante entusiasmados por voltar a fazer o que mais gostamos. Foram dois anos muito complicados para todos os agentes ligados ao setor dos eventos, dois anos que fizeram toda a mecânica da organização de um evento mudarem, mas estamos entusiasmados e muito positivos com o festival.
 
Nestes dois anos sem evento auscultaram os gostos/preferências do público?
Bernardo Bernardes: Dois anos de pandemia com lockdowns obrigatórios fizeram com que a indústria musical tivesse uma grande reviravolta, muitos hábitos foram mudados e sentimos que a música em geral e os gostos musicais também. Relativamente ao Sound Waves tentámos manter a nossa essência de festival underground mas fez-nos refletir e também adaptarmo-nos a toda esta mudança que sentimos nos dois anos de pandemia.

Foi fácil elaborar este cartaz de artistas?
Wilson Neves: Na elaboração do cartaz tentámos fazer uma mistura entre os artistas já reconhecidos no mundo underground e que o nosso público tem afeição, como é o caso do Ben Klock, Dave Clarke ou Planetary Assault Systems (Luke Slater), os artistas que estão em ascensão dentro do underground e da música eletrónica como é o caso da Stella Bossi, Klangkuenstler, SNTS ou Boston 168. Para finalizar, naturalmente temos também os nossos artistas nacionais que são grandes referências com é o caso do Carlos Manaça, Miss Sheila, Nuno Clam, DJ Link e Carol D'Souza, entre outros.
Nesta edição também optámos por apostar numa sonoridade diferente e pensámos que o Danni Gato seria o artista ideal para proporcionar um set único e especial de afro tech no início da tarde de sábado, 2 de julho.
 
Qual é a importância de haver uma lista de artistas portugueses?
Bernardo Bernardes: Para nós é fundamental darmos oportunidade aos artistas nacionais de demonstrarem o seu valor. No nosso país temos bastantes DJs e produtores com muito talento e o Sound Waves sendo um festival português tem como honra poder dar a oportunidade para que possam mostrar esse talento em frente a milhares de festivaleiros apaixonados pelo underground. 

O festival tem a dimensão desejada ou gostariam que fosse maior?
Wilson Neves: Atualmente o festival está pensado e organizado para a capacidade que tem. No entanto o objetivo é que haja um crescimento gradual que faça com que o Sound Waves seja reconhecido globalmente como sendo um festival de referência no género.
 

Que novidades podem os festivaleiros contar para este ano?
Bernardo Bernardes: Este ano teremos dois palcos, o Main Stage e o palco Circus. Este último terá maioritariamente artistas nacionais que estão em ascensão na cena underground nacional e que se estão a preparar para dar o outro salto. Dentro do recinto também teremos uma zona de restauração diversificada onde os nossos ravers poderão comer e descansar pois será um evento de 21 horas "non stop".

Existe alguma atuação em que as expectativas estejam muito altas? 
Wilson Neves: Nesta edição temos artistas muito interessantes e as expectativas são altas. Temos a Stella Bossi que é uma artista que está num crescimento exponencial e que acreditamos que será uma das “cerejas no topo do bolo”, temos também o misterioso SNTS com sonoridades mais hard, mas não nos podemos esquecer dos artistas que já fazem parte da história do undergorund que é o caso do Ben Klock, do Dave Clarke e do Luke Slater a apresentar-se com o seu live como Planetary Assault Systems.
 
A venda de bilhetes decorre como esperando?
Bernardo Bernardes: O festival tem tido uma afluência fantástica, não só em Portugal como além-fronteiras. Será o ano em que mais público estrangeiro se irá juntar à festa.
 
Nestes 15 anos de evento, há algum momento marcante que gostariam de destacar?
Wilson Neves: Não um apenas, mas vários... Todos os anos temos vindo a ter aquele momento que irá ficar no registo desta história, seja marcado pelos artistas convidados ou até mesmo pelo público que tem o bilhete desde a primeira edição até à de hoje. Há quem tenha tatuado no corpo “Sound Waves”, mas mesmo depois destes anos, este vai ter um gosto especial... Um gosto de liberdade e uma saudade gigantesca!
 
Para terminar, a pergunta proibida sobre o backstage: existe alguns pedidos extravagantes nos riders deste ano?
Bernardo Bernardes: Todos os anos há pedidos mais excêntricos, contudo este ano a extravagância não saltou barreiras, talvez por causa da pandemia, os artistas não pediram coisas de outros planetas, possivelmente porque estão agradecidos por voltarem a fazer aquilo que mais gostam. Isso sim é o mais desejado por eles, pelo público e por nós organização.
Publicado em Eventos
O festival Sound Waves está de volta à Praia de Esmoriz, em Ovar, no próximo sábado, dia 29 de julho. O cartaz é composto por grandes nomes nacionais e internacionais da música eletrónica, para ouvidos mais exigentes.
 
Marco Bailey, Deborah de Luca, Rafa Barrios, Carlos Manaça, Frank Maurel, Miss Sheila, Fauvrelle, Roberto Capuano, Nuno Clam, Robert Mott B2B Jan-X, Alemaozuk, Fabio Vaz & A. Xara e Lemos são os artistas confirmados para a edição deste ano do evento.
 
Os bilhetes estão disponíveis a preços entre os 20 e os 400 euros na Ticketline, Worten, Fnac, El Corte Inglés e Agências Abreu.
 
O Portal 100% DJ é Media Partner oficial do Sound Waves.
 
{youtube}6UkV1LCR9gU{/youtube}
Publicado em Eventos
terça, 28 junho 2011 16:41

Sound Waves de volta a S. Pedro de Moel

O maior Festival de Verão da zona centro do país está de volta à Praia Velha de S. Pedro de Moel - Leiria: Sound Waves Beach Party 2011.
Depois do enorme sucesso nas edições anteriores, a organização decide alargar o evento para 2 pistas de dança (área Principal e área Circus) e também uma área Lounge.

O Sound Waves 2011 vai na sua 6ª edição, e já conta com uma enorme popularidade nacional, sendo considerada uma das maiores beach party's nacionais

Este ano a organização não se deixou ficar apenas por uma linha musical. Explorou assim outras vertentes como: Reggae, Dub, Electro, House e Techno.
A data escolhida é o sábado 6 de Agosto.

Sábado dia 6 de Agosto, a Praia Velha, irá receber, no palco principal: DJ VIBE, DAVID VENDETTA (França), CARLOS MANAÇA, X-PERIMENTAL (K.E.N.N.Y. + MR WILSON), NUNO CLAM, LADY M, MISS PINK, MISS BLONDIE, BOB FIGURANTE + RAS DAMULA (KUSSONDULOLA), PHONIC LOUNGE, KARIZMATIK, MC JOHNNY DEF e o VJ RANDOLPH.

A área Circus está destinada aos novos talentos da música de dança nacional onde irão actuar: DJ KRISTOF, DJ MISS D & WILLIAM, DJ ROZZY, DJ SAXE, DUAL SPEAKERS, HELDER COSTA, HUGO DUTCH, JOHN S, JOHNNY ALVYN, LOUIS B (COOKIE SPOOKY CREW), MIGUEL GARCIA, MR KUSH, NOISE TRIBE, PEDRO LOTHAR, PETE ALEXANDER (SUSHI ELECTRÓNICA), RICHIE G, TWO IS DJS (KANGOL & DOS SANTOS) e WHYZEN.

Os Bilhetes para o Sound Waves já estão à venda pelo preço de 10 euros no regime de pré-venda e 15 euros no próprio dia.

O After Oficial será realizado no Jardim da Discoteca Império Romano.
Amigos, Verão, Calor, Música, Praia e Boa onda são ingredientes mais que garantidos nesta nova edição.
 
O 100% DJ apoia o Sound Waves 2011.
 
Confere pormenores em:
Publicado em Eventos
quarta, 03 agosto 2011 19:16

Sound Waves 2011 em countdown

O maior Festival de Verão da zona centro do país está de volta à Praia Velha de S. Pedro de Moel - Leiria: Sound Waves Beach Party 2011.
Depois do enorme sucesso nas edições anteriores, a organização decide alargar o evento para 2 pistas de dança (área Principal e área Circus) e também uma área Lounge.

O Sound Waves 2011 vai na sua 6ª edição, e já conta com uma enorme popularidade nacional, sendo considerada uma das maiores beach party's nacionais

Este ano a organização não se deixou ficar apenas por uma linha musical. Explorou assim outras vertentes como: Reggae, Dub, Electro, House e Techno.
A data escolhida é o próximo sábado 6 de Agosto.

A Praia Velha, irá receber, no palco principal: DJ VIBE, DAVID VENDETTA (França), CARLOS MANAÇA, X-PERIMENTAL (K.E.N.N.Y. + MR WILSON), NUNO CLAM, LADY M, MISS PINK, MISS BLONDIE, BOB FIGURANTE + RAS DAMULA (KUSSONDULOLA), PHONIC LOUNGE, KARIZMATIK, MC JOHNNY DEF e o VJ RANDOLPH.

A área Circus está destinada aos novos talentos da música de dança nacional onde irão actuar: DJ KRISTOF, DJ MISS D & WILLIAM, DJ ROZZY, DJ SAXE, DUAL SPEAKERS, HELDER COSTA, HUGO DUTCH, JOHN S, JOHNNY ALVYN, LOUIS B (COOKIE SPOOKY CREW), MIGUEL GARCIA, MR KUSH, NOISE TRIBE, PEDRO LOTHAR, PETE ALEXANDER (SUSHI ELECTRÓNICA), RICHIE G, TWO IS DJS (KANGOL & DOS SANTOS) e WHYZEN.

Os Bilhetes para o Sound Waves já estão à venda pelo preço de 10 euros no regime de pré-venda e 15 euros no próprio dia.

O After Oficial será realizado no Jardim da Discoteca Império Romano.
Amigos, Verão, Calor, Música, Praia e Boa onda são ingredientes mais que garantidos nesta nova edição.
 
O 100% DJ apoia o Sound Waves 2011.
Confere pormenores em:
Publicado em Eventos
segunda, 02 maio 2022 15:52

Festival Sound Waves regressa a Esmoriz

Serão 35 os artistas que irão passar pelos dois palcos da 15.ª edição do Sound Waves, festival que regressa a Esmoriz, Ovar, a 2 de julho, sábado.

Após dois anos sem evento, devido à covid-19, o cartaz apresenta nomes "do techno e do underground", entre os quais Ben Klock, Boston 168, Dave Clarke, Klangkuenstler, Planetary Assault Systems (aka Luke Slater), SNTS, Stella Bossi e Toni Alvarez, assim como os portugueses Carol D'Souza, Carlos Manaça, Du/Art, Danni Gato, Link98, Miss Sheila e Nuno Clam.

A música arranca pelas 16 horas de 2 de julho e prolonga-se até à uma da tarde do dia seguinte, pautada pelas raízes do evento que tem como máxima ser o único festival em Portugal com o "coração no Techno e a essência no Underground".

Os bilhetes estão disponíveis para venda com preços que começam nos 40 euros. Há também packs especiais com serviço VIP, entre os quais mesas para 10 pessoas ao preço global de 1.500 euros.
 
Publicado em Eventos
O festival Sound Waves regressa este ano à praia de Esmoriz em Ovar no dia 28 de julho e conta com um cartaz de luxo com os melhores nomes da música eletrónica.
 
Alan Fitzpatrick, Luigi Madonna, Cristian Varela, Fatima Hajji, Carlos Manaça, Miss Sheila, Frank Maurel e Fauvrelle são alguns dos artistas confirmados, que prometem tornar a festa memorável, com sonoridades únicas da música house e techno.
 
Os bilhetes estão disponíveis nos locais habituais e na Ticketline. O Portal 100% DJ é Media Partner Oficial do evento.
 
Publicado em Festivais
Pág. 1 de 2

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.