Diretor Ivo Moreira  \  Periodicidade Mensal
O festival Dancefloor - Jump To The Drop acaba de divulgar mais um nome para o cartaz deste ano. O DJ e produtor norte-americano Acraze junta-se assim aos já anunciados Cat Dealers, Sefa, Carnage, Habstrakt, Brian Cross e os Gunz For Hire (DJ's Adaro e Ran-D), pioneiros na produção e desenvolvimento do sub-género do Hardstyle, conhecido como Rawstyle.

Acraze editou em agosto passado, o conhecido single "Do It To It", neste momento um dos mais tocados nas rádios nacionais, tendo o vídeo no YouTube a ultrapassar os 25 milhões de visualizações.

Com dois anos de interregno devido à pandemia, o festival regressa ao Altice Forum Braga entre os dias 29 e 30 de julho para a sua 5.ª edição e os bilhetes estão à venda nos locais habituais com valores a oscilar entre os 25 (bilhete diário) e os 35 euros, o passe para os dois dias de evento.

No que diz respeito à escolha do Altice Forum Braga para a realização do festival, Tiago Martins, rosto da organização refere que é uma decisão estratégica. "É uma das cidades mais jovens do país, tem uma acessibilidade muito boa para captar público de Espanha, França, Inglaterra e Holanda. O local escolhido oferece condições para a realização de eventos como este. Também o facto de ser um local fechado ajuda devido às oscilações climáticas que podem ocorrer."

Publicado em Eventos
A dupla de DJs formada pelas irmãs Jahan e Yasmine Yousaf são a mais recente confirmação do Festival Dancefloor Jump To The Drop, que acontece nos dias 29 e 30 de julho no Altice Forum Braga.

Oito anos depois, as Krewella regressam a Portugal e juntam-se assim aos artistas já anunciados, Acraze, Cat Dealers, Sefa, Carnage, Habstrakt, Brian Cross e os Gunz For Hire.

Formada em Chicago no ano 2007, as Krewella começaram a conquistar o mundo das pistas de dança em 2012 com o lançamento do seu EP de estreia "Play Hard". Regressam este ano ao nosso país com e com o novo álbum "The Body Never Lies" entre mãos.

Os bilhetes para a 5.ª edição do Festival Dancefloor estão à venda nos locais habituais com valores a oscilar entre os 25 (bilhete diário) e os 35 euros, o passe para os dois dias de evento. A 100% DJ é Media Partner oficial.
 
Publicado em Eventos
Aquilo que esta manhã parecia um pequeno foco, rapidamente e com a ajuda do vento, se transformou num incêndio florestal de grandes dimensões na Póvoa de Lanhoso, Braga.

João Rosário, membro do projeto KEVU e Vendark não ganharam para o susto, quando as chamas rodearam o local onde estavam alojados - o Diverlanhoso, que entretanto foi evacuado. Cerca de 100 pessoas foram levadas para o Centro Social de Serzedelo. João Rosário tinha atuado na noite de ontem num evento em Porto D’Ave. Pouco depois, o artista português tranquilizava os fãs, comunicando que estava a salvo.

Segundo os últimos dados divulgados pela Autoridade Nacional de Proteção Civil, este incêndio, está a ser combatido por 220 operacionais, apoiados por 69 viaturas e 4 meios aéreos.
 
Publicado em Artistas
O DJ e produtor Deorro é a mais recente confirmação para a maior pista de dança deste verão - o festival Dancefloor, que acontece a 26 e 27 de julho no Altice Forum Braga, o novo local que irá acolher a quinta edição do festival que eletrizou Leiria nos anos anteriores.

O artista mexicano-americano, que em 2017 lançou o seu primeiro álbum intitulado "Good Evening", junta-se assim ao duo D-Block & S-te-Fan, registando-se como segunda confirmação de um cartaz que promete ser imperdível para os amantes de lifestyle e EDM.

Os bilhetes estão à venda nos locais habituais com preços que variam entre os 16 euros (Bilhete diário), 20 euros (passe de 2 dias) e 38 euros o passe de 2 dias com campismo.
 
Publicado em Festivais
A dupla brasileira de DJs Dubdogz confirmaram a sua presença no festival Dancefloor - Jump To The Drop. A 5.ª edição do evento acontece nos dias 29 e 30 de julho no Altice Forum Braga.

Os irmãos gémeos Marcos Ruback Schmidt e Lucas Ruback Schmidt, artisticamente conhecidos como Dubdogz, juntam-se aos já anunciados Acraze, Cat Dealers, Sefa, Carnage, Habstrakt, Brian Cross, Gunz For Hire e o projeto Krewella, que regressam a Portugal oito anos depois.

Os bilhetes para o Festival Dancefloor estão à venda nos locais habituais com valores a oscilar entre os 25 (bilhete diário) e os 35 euros, o passe para os dois dias de evento. A 100% DJ é Media Partner oficial.

Publicado em Eventos
A Direcção-Geral da Saúde (DGS) rejeitou esta terça-feira que tenha havido erro técnico no tratamento de dados dos eventos-piloto da Cultura, ocorridos em Abril e Maio, mas admitiu que o processo está demorado.

Numa declaração enviada à agência Lusa, a DGS afirmou que "os trabalhos de monitorização de potenciais casos de infecção de SARS-CoV-2, após a assistência aos eventos culturais piloto de Abril e Maio, estão ainda em conclusão".

Admitiu ainda que a monitorização, "é necessário fazer corresponder a informação de identificação que foi utilizada para aceder aos eventos com o número de utente do Serviço Nacional de Saúde, o que torna o processo mais demorado".

Fonte da DGS disse à agência Lusa que a demora não se deve a qualquer erro técnico ou informático, como foi apontado por associações representativas do sector dos espectáculos.

Entre abril e maio foram realizados quatro eventos-piloto em Braga, Coimbra e Lisboa, com plateia sentada e em pé, e com a realização prévia de testes de diagnóstico, gratuitos, aos espectadores, em colaboração com a Cruz Vermelha Portuguesa.

O objetivo destes eventos era definir, segundo o Governo, "novas orientações técnicas e a realização de testes de diagnóstico de SARS-CoV-2 para a realização de espectáculos e festivais".

Mais de um mês depois, não foram ainda divulgadas as conclusões desses eventos-piloto, porque está ainda a ser feita a correspondência entre de dados de identificação dos espectadores que se submeteram ao teste de diagnóstico.

Sobre os eventos-piloto, a Associação de Promotores de Espectáculos, Festivais e Eventos (APEFE) disse à agência Lusa que foi informada, na sexta-feira, de que teria havido "um problema informático" com os dados dos espectadores que participaram nos eventos-piloto.
Publicado em Nightlife
O festival Dancefloor, que este ano será realizado no Altice Forum, em Braga, nos dias 26 e 27 de julho, confirmou ontem mais dois nomes para o line-up da quinta edição do evento.
 
A dupla Yellow Claw regressa mais uma vez ao nosso país, num cartaz que contará também com a presença de Ran-D, um dos pioneiros do hardstyle, um dos géneros principais deste festival de música eletrónica.
 
Deorro e a dupla D-Block & S-te-Fan são outras das presenças confirmadas no Dancefloor. OS bilhetes já se encontram disponíveis nos locais habituais com preços entre os 16 e os 38 euros.
 
 
Publicado em Festivais
O ex-membro dos Buraka Som Sistema e responsável da editora Enchufada é um dos artistas confirmados para as Lazy Sessions Guadalupe, em Braga, que vão decorrer nos dias 16, 23 e 30 de junho, com entrada gratuita.
 
Este evento decorre nas tardes de fim-de-semana no Parque de Guadalupe, na freguesia de São Victor e pretende animar e descontrair os visitantes com boa música portuguesa. A edição de 2018 transitou do Porto para Braga e conta com a curadoria de Branko, Manel Cruz e Adolfo Luxúria Canibal.
 
DJ Terzi e Pedro Tenreiro são outros dos artistas de música eletrónica confirmados para o evento. A curadoria de Branko vai acontecer entre as 00h e as 04h do dia 23 de junho com o mote “Enchufada na Zona” e atuação do próprio artista, além de Rastronaut e Pedro.
 
Publicado em Eventos
É já no próximo dia 14 de novembro (sábado) que estreia um novo conceito de festa em Portugal. Tem o nome de United We Dance (UWD) e apresenta-se como “um projeto que irá apostar em nomes emergentes e consagrados a nível internacional, performances visuais, bem como num radioshow”, revelou Afonso Martins, responsável pela Positiva Agency, em exclusivo ao Portal 100% DJ.
 
A primeira edição deste conceito tem Mike Hawkins como cabeça de cartaz e a dupla John Mayze & Miguel Faria a cargo do warm-up, na discoteca Lagar’s em Braga.
 
A música eletrónica tem vindo a crescer a nível mundial e são muitos os críticos e especialistas que afirmam que este ‘boom’ tem os dias contados, mas Afonso Martins acredita no sucesso deste novo conceito, uma vez que “hoje, a música eletrónica é, mais do que nunca, um fenómeno mundial. Dos gigantescos festivais até à influência na composição da música contemporânea, a Electronic Dance Music (EDM) é a vertente musical que mais cresceu nos últimos anos. Por outro lado, não existe nenhum evento/conceito do género por cá de momento, pelo que acreditamos que o UWD tem tudo para ser um projeto de sucesso e que tenha continuidade”.
 
Os eventos com o selo United We Dance vão ter “uma periodicidade mensal e de uma forma sustentável, onde algumas apostas vão recair em estreias de artistas no nosso país”.
 
Uma das fortes apostas será o radioshow, que vai estrear em dezembro e “terá uma periodicidade semanal e contará com podcasts de vários DJs nacionais e internacionais. Vamos tentar conciliar, sempre que possível, os radioshows a emitir com os DJs que atuam no UWD, funcionando como uma ferramenta para promoção do evento”, revelou o responsável pela Positiva Agency.
 
“Mais do que criar um evento notabilizado pelos artistas participantes, será o evento no seu todo, os momentos e as emoções partilhadas que tornará o UWD numa referência no panorama dos eventos de dança no nosso país”, concluiu Afonso Martins.
 
As entradas sem guestlist têm um valor de 10 euros para homens e 8 euros para mulheres (consumíveis), enquanto que com guestlist (garantida após confirmação na página do evento no Facebook) têm um preço de 8 euros para os homens e 6 euros para as mulheres (consumíveis).
 
{youtube}OTuh2HpYUdE{/youtube}
Publicado em Eventos
A organização do festival Dancefloor Jump to the Drop confirmou esta segunda-feira o regresso do evento ao Altice Fórum Braga, após as duas ultimas edições terem sido adiadas devido à pandemia.
 
A quinta edição está agendada para os dias 29 e 30 de julho do próximo ano e o cartaz inclui vários nomes de relevo da música eletrónica como os brasileiros Cat Dealers, Sefa, Carnage, Brian Cross e os Gunz For Hire (DJ's Adaro e Ran-D), pioneiros na produção e desenvolvimento do sub-género do Hardstyle, conhecido como Rawstyle.
 
Sobre a escolha do Altice Fórum Braga, Tiago Martins, promotor do evento explica que foi "uma decisão estratégica", por ser uma das cidades mais jovens do país, e por possuir boas condições de acessibilidade "para captar público de Espanha, França, Inglaterra e Holanda."
 
Relativamente ao cartaz, Tiago Martins garantiu que haverá mais surpresas a serem reveladas em breve deixando em aberto que nem só de música se irá fazer a 5.ª edição do Dancefloor Jump to the Drop que contará também com o apoio da 100% DJ como Media Partner.
 
Os bilhetes estão à venda no site do evento com preços que variam entre os 20 e os 56 euros. O campismo está também disponível este ano.
Publicado em Eventos
Pág. 1 de 3

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.